Efeito de diferentes dispositivos intravaginais na sincronização estral e taxa de gestação em ovelhas deslanadas submetidas à IATF via cervical superficial com sêmen refrigerado

Autores

  • Rodrigo T. Padilha Universidade Estadual do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias
  • Deborah de M. de Magalhães Universidade Estadual do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias
  • Almir Maia-Junior Universidade Estadual do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias
  • Aline F. Brasil Universidade Estadual do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias
  • Airton A. de Araújo Universidade Estadual do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias

DOI:

https://doi.org/10.5039/agraria.v6i3a896

Palavras-chave:

Hormônios, pequenos ruminantes, sincronização do estro

Resumo

O objetivo neste estudo foi avaliar o efeito de diferentes dispositivos intravaginais na sincronização estral e taxa de gestação em ovelhas deslanadas submetidas à IATF via cervical superficial com sêmen refrigerado. Foram utilizadas 40 ovelhas SPRD, distribuídas aleatoriamente em dois grupos: Grupo 1, ovelhas com o dispositivo CIDR®; Grupo 2, ovelhas tratadas com esponjas impregnadas com 60 mg de acetato de medroxiprogesterona (MAP). Os animais receberam o tratamento por 14 dias, sendo a IATF, via cervical superficial, realizada 55 h após a retirada dos dispositivos. A IATF foi realizada utilizando-se sêmen resfriado de carneiros com fertilidade comprovada. O intervalo médio do fim do tratamento ao início do estro foi de 29 ± 0,59 h para o grupo tratado com CIDR® e 34 ± 2,7 h para o grupo com MAP, mostrando uma antecipação significativa (P < 0,05) no  início do estro dos animais tratados com CIDR®, quando comparados àqueles com MAP. A taxa de gestação do grupo tratado com esponjas impregnadas com MAP apresentou taxa significativamente superior àquele tratado com CIDR® (80% versus 25%) e a prolificidade foi de 1,8 e 1,6 para os grupos tratados com MAP e CIDR®, respectivamente. Como o elevado número de animais em estro no grupo tratado com CIDR® não se refletiu em perfeita sincronia, resultando em baixa taxa de gestação, recomenda-se, para a inseminação de ovelhas deslanadas, 55 h após a retirada do dispositivo intravaginal, a utilização de esponjas impregnadas com MAP.

Biografia do Autor

Airton A. de Araújo, Universidade Estadual do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias

 

 

 

Downloads

Publicado

2022-03-14

Edição

Seção

Medicina Veterinária