Modificação dos parâmetros físicohídricos do solo sob diferentes sistemas de irrigação na cafeicultura

Autores

  • Jorge W. Cortez Fundação Universidade Federal do Vale do Rio São Francisco
  • André L. T. Fernandes Universidade de Uberaba
  • Alberto Carvalho Filho Universidade Federal de Viçosa
  • Rouverson P. da Silva Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
  • Carlos E. A. Furlani Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

DOI:

https://doi.org/10.5039/agraria.v5i2a415

Palavras-chave:

compactação do solo, densidade, porosidade total, resistência à penetração, umidade do solo

Resumo

A crescente utilização da irrigação na cafeicultura vem trazendo mudanças no manejo com máquinas agrícolas, que por sua vez afeta a estrutura dos solos. O objetivo do presente trabalho foi avaliar os parâmetros físico-hídricos do solo (resistência mecânica do solo a penetração, conteúdo médio de água,
densidade do solo e porosidade total) com cultivo de café em quatro sistemas de irrigação (pivô central, malha, tubos perfurados a laser e gotejamento) em diversas camadas de solo (0 a 0,50 m) na região do cerrado de Minas Gerais. O experimento foi conduzido na Fazenda Escola da Universidade de  Uberaba (UNIUBE), sendo utilizado o delineamento inteiramente casualizado, para estudar as modificações nos parâmetros físicos do solo. A resistência mecânica do solo à penetração foi maior para os tubos perfurados a laser. A densidade do solo não diferiu entre os sistemas, nem nas camadas de solo. A
porosidade total diferiu na camada de 0,20-0,30 m entre os sistemas de irrigação e as demais camadas. O pivô central apresentou maior porosidade total nessa mesma camada.

Biografia do Autor

Carlos E. A. Furlani, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

 

 

Downloads

Publicado

2022-03-16

Edição

Seção

Engenharia Agrícola