Modelagem de distribuição espacial de uma espécie arbórea de uma floresta tropical seca frente a mudança climática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5039/agraria.v16i1a8856

Palavras-chave:

biogeografia, variáveis climáticas, juazeiro, Rhamnaceae

Resumo

Os modelos de distribuição das espécies tornaram-se uma ferramenta essencial para a seleção de áreas de conservação. Dada esta perspectiva, esta pesquisa teve como objetivo analisar a dinâmica do nicho fundamental do Ziziphus joazeiro Mart. frente a mudança climática. O algoritmo MaxEnt foi usado para correlacionar pontos de ocorrência das espécies com variáveis bioclimáticas de quatro períodos: Holoceno médio, período atual e os cenários futuros otimista e pessimista do modelo HadGEM2-ES de circulação geral atmosférica. A precisão das predições e a influência das variáveis foi avaliada usando a área sob a curva (índice AUC) e o teste de Jackknife. As predições mostraram alta precisão (AUC > 0,895) e as variáveis bioclimáticas relacionadas à precipitação foram as que mais contribuíram para determinar áreas potenciais para a ocorrência da espécie. Foi observada uma redução de mais de 60% na área com adequabiliade climática para a ocorrência de Z. joazeiro, ao longo do tempo. A faixa que compreende a região central da distribuição da espécie se destaca como a região com maior adequação, conforme projetada para o período atual e futuro, sendo esta a área que deve receber mais atenção para os programas de conservação da espécie.

Downloads

Publicado

2021-03-11

Edição

Seção

Ciências Florestais