Dinâmica da regeneração natural em um remanescente de Floresta de Araucaria

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5039/agraria.v16i1a8630

Palavras-chave:

grupos ecológicos, classes de altura, floresta ombrófila mista

Resumo

O objetivo do presente trabalho foi avaliar a dinâmica vertical da regeneração natural em um remanescente de Floresta Ombrófila Mista, no período entre 2012 e 2017. O remanescente analisado não sofre intervenções há décadas e localiza-se em Santa Catarina (SC), Brasil. A área experimental foi composta por 20 parcelas circulares de 2,5 m de raio, onde foi realizada a quantificação dos regenerantes; a medição das alturas individuais das árvores e a identificação do grupo ecológico ao qual cada espécie pesquisada pertencia. A regeneração natural apresentou valores decrescentes de densidade com o avanço das classes altimétricas. No levantamento realizado em 2012, as classes altimétricas I, II e III contaram com 48, 17 e 8 espécies, respectivamente. Já, no levantamento realizado em 2017 as classes citadas contaram com 60, 29 e 7 espécies, respectivamente. A distribuição das guildas de regeneração em função das classes de altura revelou predominância de indivíduos exigentes em luz e redução de tolerantes a sombra no período estudado. Tal resultado provavelmente foi influenciado por distúrbios pontuais ocorridos na área durante o estudo.

Downloads

Publicado

2021-02-24

Edição

Seção

Ciências Florestais