Manejo da palha associada a estratégia de melhoria física do solo na emergência de plantas daninhas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5039/agraria.v16i1a7442

Palavras-chave:

sulcador, semeadura, compactação do solo, palha, porosidade total

Resumo

O objetivo desse trabalho foi qualificar a melhoria das propriedades físicas do solo e a redução de plantas daninhas pela combinação do manejo da cobertura superficial, associada a uma estratégia de melhoria física do solo na semeadura buscando a manutenção do sistema plantio direto. O experimento foi realizado nas safras 2015/16 e 2017/18, utilizando o delineamento experimental de blocos ao acaso em esquema bi-fatorial (3 × 2) com três manejos da cobertura solo (triturada, rolada e natural) e duas profundidades de atuação da haste sulcadora da semeadora (7 e 12 cm). Foram quantificados: contagens e identificação de plantas daninhas emergidas na linha e entrelinha da cultura da soja aos 20 e 40 dias após emergência, avaliação da densidade do solo, resistência mecânica do solo a penetração e porosidade total do solo no florescimento da cultura da soja. O manejo da cobertura da palha combinado com a profundidade de atuação da haste sulcadora influenciaram na emergência das plantas daninhas, bem como, o aumento da profundidade da haste sulcadora na semeadura resultou nas maiores produtividades da cultura da soja, e na melhoria do ambiente físico do solo na linha de semeadura, reduzindo a resistência da penetração, densidade do solo e aumentando a porosidade total.

Downloads

Publicado

2021-03-31

Edição

Seção

Agronomia